Programas de Trainees: o primeiro passo em uma grande carreira


 

Você sabe que as grandes empresas têm programas que recrutam jovens talentos para moldar profissionais de excelência? São os programas de trainees que oferecem bons cargos e salários em empresas renomadas.

O mundo corporativo é ambiente de entrega, talento, trabalho duro e atualização. Entrar em um bom programa de trainee é um passo importante para quem tem interesse em construir uma carreira sólida, em um mercado que pede profissionais cada vez mais qualificados e habilidosos. Para que você se saia bem nas seletivas desse tipo de programa, aqui estão dicas importantes e valiosas a serem seguidas:

1. Escolha o programa que melhor se adeque as suas habilidades e ambições, mas cuidado: nem sempre as maiores empresas têm os melhores programas.

Autoconhecimento e autocrítica são características valiosas e indispensáveis para qualquer profissional de alta performance, por isso é importante começar a apurar ambas características desde cedo. Escolher um programa que tenha a ver com seu perfil profissional, em um segmento que você tem interesse e entusiasmo, é a primeira boa escolha que o candidato deve fazer, enquanto sair tentando todos os programas que aparecerem é um erro enorme. A seleção desse tipo de programa, quando se tratando de uma empresa séria, é um processo complexo que demanda foco e esforço, manter-se centrado na busca de uma vaga em uma empresa que de fato tenha a ver com você é mais fácil e mais recompensador que gastar muita energia e esforço, para no fim conseguir um cargo em uma empresa que não corresponde as suas habilidades e ambições.

Não dispense de imediato, entretanto, programas de trainee em empresas de um segmento determinado que sejam menos conhecidas. Nem sempre as maiores empresas terão os melhores programas, procurar entender as minúcias de cada programa, as possibilidades de aprendizado e crescimento, é importante para fazer uma escolha consciente.

2. Se prepare!

Estude a empresa, da maneira mais profunda e completa possível. Uma pesquisa rápida no Google, conhecer o site da empresa e ler o que é publicado em grandes mídias é pouco para quem quer entrar em uma disputa de uma cargo de trainee para ser selecionado. Essas informações todos os candidatos terão acesso e elas passam uma ideia já filtrada do que de fato é a empresa em questão. Vá além: busque conexões, contatos, conhecidos, parentes, professores, colegas que trabalhem na empresa e que possam te ajudar a montar um retrato panorâmico do que é a cultura da empresa. Dessa maneira você terá a oportunidade, antes mesmo da seleção em si ocorrer, de traçar uma estratégia para destacar o que há de melhor em você e que casa com o que a empresa busca como novo talento. Exemplo prático: quem sabe a fundo como a empresa funciona consegue responder de maneira mais consciente a perguntas recorrentes nessas seletivas, como “Por que você gostaria de trabalhar conosco?”, “Por que você acha que a atuação da nossa empresa é importante nesse segmento?”. Esse processo é válido, também, para que você tenha a oportunidade de avaliar se aquela empresa, para além da press release, é a instituição na qual você quer trabalhar.

3. Vista-se de maneira adequada:

Pode parecer supérfluo, mas a imagem de um candidato que se veste de maneira muito dissonante ao dresscode da empresa é de pouca pesquisa sobre a instituição. Pode até não ser um erro eliminatório, vestir-se inapropriadamente, porém, nos processos seletivos de boas empresas cada pequeno erro e cada acerto contam para o resultado final de ser selecionado ou não.

4. Interaja com a empresa, deixe que ela saiba que você a conhece mesmo antes da abertura do processo!

As mídias sociais têm ganhado espaço cada vez maior no mundo corporativo e as grandes empresas utilizam seus perfis sociais como critério para saber se o candidato já se interessava pela empresa antes da abertura do programa. Um candidato que se relaciona com empresa nas mídias sociais mostra interesse, conhecimento e afinidade com a cultura da empresa.

5. Seja um bom trabalhador de equipe.

O trabalho dos trainees, normalmente, passa por projetos multidisciplinares, construindo propostas de melhorias em áreas previamente desconhecidas. Para que esse tipo de projeto seja possível, equipes são formadas, de maneira a criar conexões produtivas. Um candidato que não trabalha bem em equipe não consegue contribuir para a formação dos projetos ou pode ainda atrapalhar o grupo na tarefa. Esse tipo de candidato é rapidamente identificado e eliminado dos processos. Seja humilde, gentil e educado. Escute ativamente os outros candidatos até para conhecer os seus concorrentes e busque aprimorar sempre suas habilidades interpessoais.

6. Mantenha seu networking bem alinhado

Tente garantir que as pessoas certas estão vendo o trabalho que você está desenvolvendo. Não se acanhe em falar com altas figuras executivas, mas desde que o assunto seja justo e razoável.
Boa sorte na sua busca e lembre-se: preparação e perseverança são as chaves do êxito.

Leave a Reply